bianca-ad-hd
Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167

Floriani Equipamentos para Escritorio=

A chuva forte que caiu no começo da noite de terça-feira (23) provocou estragos em bairros e localidades do interior de Corupá. A maioria do município  também ficou sem energia das 19h às 22h devido ao temporal. Barreiras caíram, pontes e estradas do interior foram danificadas e cerca de cinco casas e estabelecimentos foram parcialmente invadidas pela água da chuva ou pelo barro durante o temporal. No Centro da cidade, bueiros transbordaram e também causaram alagamentos em estabelecimentos. Segundo a divisão de Agricultura e Meio Ambiente alguns bananais também foram atingidos.

O prefeito de Corupá João Carlos Gottardi, o secretário de Infraestrutura Hediberto Berthelsen e o diretor de Defesa Civil Claudio Siqueira visitaram locais atingidos pela chuva na manhã desta quarta-feira (24). Muitos dos chamados e comunicados sobre alagamentos foram feitos aos bombeiros ou à Secretaria de Infraestrutura. Siqueira está fazendo o relatório de estragos e que deve ser enviado para a Defesa Civil estadual durante a semana.

Conforme a Defesa Civil de Corupá, choveu cerca de 30 mm somente na noite de terça-feira (23) o que corresponde a um terço do que chove durante o mês todo no município. Além disso, a chuva forte veio acompanhada de vento que também resultou em mais estragos. Uma grande barreira caiu na Rua Carlos Alberto Weber que liga os bairros Ano Bom e Bomplandt, interditando a via. Os bairros mais atingidos foram Ano Bom, Rio Paulo, Seminário, Bomplandt, Garajuva, Faxinal, Isabel e Isabel Alto.

O prefeito Gottardi ressalta que as equipes da Secretaria de Infraestrutura estão dando prioridade aos locais mais atingidos pela chuva onde devem ser desubstruídas ruas e pontes. “As chuvas de verão estão atingindo nosso município desde o Natal quando um temporal causou estragos em localidades do interior. Estamos fazendo a manutenção de locais afetados pelas chuvas, mas sempre com prioridade para os que têm maiores problemas. Por isso, contamos com a compreensão da população”, completa.

Dia de limpeza

A lavanderia e garagem da casa do autônomo Alexandre Henrique Berlatto, no bairro Seminário foram invadidas pelo barro e água que vieram com a forte chuva da noite de terça-feira (23). Na manhã desta quarta-feira (24) ele e a esposa Luciana trabalharam na limpeza da casa e retirada do barro que ficou no fundo da casa.

Na localidade de Garajuva, a casa dos agricultores Dulce e Orlando Lemke também teve a garagem invadida pelo barro e água que desceu de uma parte mais elevada da plantação de bananas que o casal possui. Além disso, um muro que ficava perto da casa também caiu devido a força das águas da chuva. A quarta-feira foi de limpeza para os Lemke que ficaram assustados com a chuva intensa que caiu na noite de terça-feira (23). “Fazia tempo que a gente não via um temporal tão forte como o que caiu esta semana. Tivemos que sair de casa na chuva para cavar um vala para escoar a água, caso contrário além de invadir a garagem também poderia entrar dentro de casa”, conta Dulce.

Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167