Presidente da câmara de Jaraguá do Sul, Anderson Kassner, não contratará assessor

634
bianca-ad-hd
Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167

Floriani Equipamentos para Escritorio=

O presidente da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul, Anderson Kassner (PP), anunciou, na tarde desta sexta-feira (02), economia de R$ 95 mil com as despesas do Legislativo. O montante será poupado em razão da não contratação ao cargo de assessor da Presidência para o ano de 2018.

O destino da verba está previsto para a ampliação de horas de prestação de serviço de um médico no Pronto Socorro do Hospital São José. O presidente decidiu não fazer a contratação para poder garantir mais investimentos públicos na área da saúde.

Kassner conversou com o diretor-geral do hospital, Mauricio Souto-Maior, para conhecer mais sobre as necessidades da unidade hospitalar. O presidente verificou que uma das principais dificuldades é o atendimento aos pacientes que chegam diariamente ao Pronto Socorro do São José.

“Hoje nós sabemos que as pessoas levam de cinco a seis horas para serem atendidas e algumas delas até vão embora sem atendimento, dependendo do dia da semana. Foi pensando nisso que decidi tomar essa decisão de economizar para investir na saúde da nossa cidade”, afirma o presidente Kassner.

Em razão da lei que exige o retorno das sobras orçamentárias do Legislativo aos cofres da Prefeitura, Kassner conversou com o prefeito Antídio Lunelli sobre essa ação. A sugestão de Kassner foi bem aceita pelo chefe do Executivo e a destinação da verba deve ser feita para essa finalidade.

“Estou feliz pelo apoio do prefeito Antídio Lunelli nessa ação. A aceitação da sugestão é sinal de que todos estamos preocupados em melhorar o atendimento na saúde para a nossa população. E é sinal da boa relação política entre os poderes –Legislativo e Executivo”, enfatiza Kassner.

Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167