bianca-ad-hd
Banner-Web-Portal-O-Corupaense-320x100

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), após reunião com representantes da Federação Catarinense de Municípios (Fecam) nesta quarta-feira (2), afirmou que o estado terá toque de recolher e outras medidas de restrição no combate a pandemia de Covid-19.

Os prefeitos das 21 maiores cidades do estado entraram em acordo com o governador e foi decidido pelo toque de recolher durante a madrugada e pela continuidade do transporte coletivo, porém com capacidade máxima dos ônibus de 70%.

Todas as medidas serão adotadas por 15 dias, contanto a partir da publicação, que ao que tudo indica, será publicado até sexta-feira (4).

Outra medida será o uso obrigatório da máscara em todos os ambientes, exceto espaços domiciliares. De acordo com Moisés, essas medidas têm por objetivo diminuir o avanço acelerado do coronavírus.

Existe ainda a possibilidade da flexibilização do horário do comércio para o fim do ano. Prefeitos juntamente com o governador, estão analisando o assunto.

Os estabelecimentos precisarão fechar até as 23 horas. Caso haja clientes no local, estes serão atendimentos até meia-noite.

Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167